ANCP lançará DEP de Precocidade de Machos na ExpoGenética 2018
Quarta, 08 de ago de 2018


Um dos lançamentos que a Associação Nacional de Criadores e Pesquisadores (ANCP) preparou para a 11ª ExpoGenética, que acontece entre os dias 18 e 26 de agosto, em Uberaba (MG), é a DEP de Precocidade de Machos, desenvolvida em parceria com a Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMZ).

Responsável pelo projeto, a Profa. Eliane Vianna da Costa e Silva, encarregada do laboratório de reprodução animal da universidade, explica que a DEP de idade à puberdade nos machos é estimada a partir da metodologia de determinação de idade à puberdade em bovinos, desenvolvida pelo grupo de pesquisa GERA-MS, da UFMS.

A pesquisadora destaca a importância da ANCP na pesquisa, principalmente por ter disponibilizado seu banco de dados. “A parceria nos permitiu realizar avaliações genéticas mais adequadas e fazer associações com a genômica. Ganhamos em qualidade nas nossas pesquisas e também em resultados mais sustentados e confiáveis”, ressalta.

Segundo ela, para determinar a idade à puberdade são realizadas avaliações nos bezerros a partir da desmama, nos períodos de avaliação ponderal do programa, utilizando-se o exame clínico andrológico com tentativa de coleta seminal a partir de perímetro escrotal maior do que 19 cm. A técnica de coleta seminal por eletroejaculação exige um treinamento especial, pois é feita de forma diferenciada da adotada para animais mais velhos.

Outro recurso utilizado para determinar a idade à puberdade é a ultrassonografia testicular. As avaliações ultrassonográficas sucessivas também são realizadas com intervalos de três meses, sendo a primeira após a desmama, para acompanhar as alterações do parênquima testicular a partir da desmama.

As imagens ultrassonográficas são obtidas a partir da desmama em sequência de quatro avaliações intercaladas por 90 dias. A estratégia é simples e não invasiva.

A partir daí, os animais são classificados em superprecoces (púberes com idade igual ou inferior a 14 meses), precoces (púberes entre 14 a 17 meses) e tradicionais (púberes com idade igual ou superior a 17 meses).

A pesquisadora explica que a antecipação da precocidade sexual também tende a antecipar a maturidade sexual. “Adiantando a utilização de material genético em um ano, acelera-se o ganho genético, além de melhorar a relação custo-benefício de um touro, que começa a produzir bezerros mais cedo, dando retorno com menor investimento”, destaca.

Saiba mais sobre a DEP de precocidade de machos no evento de lançamento, dia 21/08, às 18hrs, no estande da ANCP (Pavilhão 02) no parque Fernando Costa em Uberaba-MG, durante a Expogenética 2018.