• Acessar
    ANCPNET

  • Telefone: 16 3877-3260
  • E-mail: administrativo@ancp.org.br
  • Telefone: 16 3877-3260
  • E-mail: administrativo@ancp.org.br


Características avaliadas

– Reprodução e fertilidade

 

Probabilidade de Parto Precoce (3P): característica indicadora de precocidade sexual. A D3P expressa à probabilidade de um reprodutor produzir filhas, que desafiadas precocemente, foram diagnosticadas prenhes, mantiveram esta gestação e pariram um bezerro vivo (até 30 meses de idade). O Resultado deve ser interpretado como probabilidade de sucesso. Por exemplo, um touro com valor da DEP de 70%, significa que ele tem 70% de chance de ter filhas mais precoces. Outro exemplo: Se um Touro A tem uma DEP de 80% para 3P e o Touro B tem uma DEP de 60%, quer dizer que o Touro A tem 20% a mais de probabilidade ter filhas precoces que o Touro B. Touros com maiores DEPs são indicados para uso. Disponibilizada apenas para a raça Nelore.

 

Idade ao Primeiro Parto (IPP): indica precocidade sexual, influencia a produtividade e a eficiência reprodutiva da fêmea. DEPs negativas significam meses a menos para o primeiro parto e são indicados para uso.

 

Idade à puberdade de machos (IPM): indica precocidade sexual em machos, influencia sua produtividade e a eficiência reprodutiva. DEPs negativas significam meses a menos para atingir a puberdade e são indicados para uso. Disponibilizada apenas para a raça Nelore.

 

Perímetro Escrotal aos 365 e aos 450 dias (PE365 e PE450): possui associação genética favorável da característica com precocidade sexual e fertilidade. Expressa em centímetros, é recomendado o uso de touros com DEPs mais elevadas.

 

Período de Gestação (PG): bezerros nascidos de gestações mais curtas tem menor peso ao nascer, diminuindo a chance da ocorrência de partos distócicos, além disso, quanto menor for o período de gestação maior o período para a matriz se recuperar e produzir uma cria por ano. DEPs negativas significam dias a menos na gestação e são indicados para uso.

 

Produtividade Acumulada (PAC): indica a produtividade da vaca, em kg de bezerros desmamados por vaca por ano. Ela reflete a capacidade da fêmea iniciar sua produção de bezerros a uma menor idade, a sua permanência no rebanho, bem como sua capacidade em desmamar bezerros pesados.  A seleção da PAC é importante, pois ela apresenta associação genética favorável com característica como precocidade sexual e fertilidade. Touros com DEPs mais elevadas são os mais indicados.

 

Probabilidade de Permanência no Rebanho (Stayability- STAY): expressa a capacidade da fêmea permanecer até os 76 meses de idade no rebanho, parindo pelo menos três vezes. O Resultado deve ser interpretado como probabilidade de sucesso. Por exemplo, um touro com valor da DEP de 70%, significa que ele tem 70% de chance de ter filhas que vão parir pelo menos 03 crias até os seus 76 meses de idade . Outro exemplo: Se um Touro A tem uma DEP de 80% e o Touro B tem uma DEP de 60%, quer dizer que o Touro A tem 20% a mais de probabilidade ter filhas mais longevas que o Touro B. Touros com DEPs altas são preferidos.

 

– Crescimento

 

Peso ao Nascer (PN): está relacionado com período de gestação e facilidade de parto. Bezerros mais leves tem maior facilidade na hora do nascimento, evitando partos distócicos. Recomenda-se uso de touros com DPN mais próximos de zero, principalmente para fêmeas jovens.

 

Habilidade Maternal para peso aos 120 e 210 dias (MP120 e MP210): avalia o ganho de peso das progênies, devido à habilidade maternal (produção de leite) apresentado pela fêmea. Animais com DEPs elevadas são indicados para uso. Não disponível para a raça Brahman.

 

Habilidade Maternal Total para peso aos 120 e 210 dias (MTP120 e MTP210): calculada como a metade da DEP de crescimento direto somada ao valor da DEP maternal, expressa a habilidade de crescimento dos filhos e a produção de leite das filhas de um reprodutor. Animais com DEPs elevadas são indicados para uso. Não disponível para a raça Brahman.

 

Peso aos 120 e aos 210 dias (P120 e P210): expressa o potencial de ganho de peso no período pré-desmama. Recomenda-se o uso de touros com DEPs elevadas.

 

Peso aos 365 e aos 450 dias (P365 e P450): expressa o potencial de ganho de peso no período pós-desmama. Recomenda-se o uso de touros com DEPs elevadas.

 

Peso Adulto (PA): definido como primeiro peso obtido dos 04 aos 12 anos de idade, está relacionado com os custos de manutenção e com a velocidade de crescimento do animal. Para esta característica são desejáveis touros com DEPs próximas à média da população.

 

–  Produtividade e qualidade da carne

 

Área de Olho de Lombo (AOL): está relacionada com rendimento de carcaça, principalmente em cortes nobres. Obtida pela medida com ultrassonografia no animal vivo, o valor da DAOL é expressa em centímetros quadrados (cm²). Touros com DEPs altas são preferidos. Não disponível para a raça Tabapuã.

 

Acabamento de Carcaça (ACAB): está relacionada com a precocidade no acabamento de carcaça e precocidade sexual. A DACAB resulta da análise conjunta das características EGP8 (espessura de gordura na garupa) e da EG (espessura de gordura entre 12° e 13° costelas), por meio da ultrassonografia no animal vivo e é expressa em milímetros (mm). Touros com DEPs altas são preferidos. Não disponível para a raça Tabapuã.

 

Marmoreio (MAR): a coleta via ultrassonografia é realizada entre a 11° a 13° costela, em animais vivos, e está relacionada à quantidade de gordura intramuscular presente no animal. O Marmoreio é responsável pela suculência e sabor da carne. É expressa em porcentagem, onde touros com DEPs altas são preferidos. Disponibilizada apenas para a raça Nelore.

 

Maciez da Carne (MAC): característica relacionada à força necessária para o cisalhamento de uma seção transversal de carne e, quanto maior a força dispensada, menor é a maciez apresentada pelo corte de carne. A medida fenotípica é obtida por meio de equipamentos que combinam força de compressão e cisalhamento, simulando o que os dentes fazem com os alimentos durante a mastigação. Esta DEP é expressa em quilo (Kg), sendo que animais que apresentam DEPs menores são preferidos. Disponibilizada apenas para a raça Nelore.

 

–  Composição de Carcaça

 

Peso da Carcaça Quente (PCQ): característica relacionada ao peso do animal recém-abatido, esfolado, eviscerado e pesado antes da ducha. É expressa em kg, onde touros com DEPs médias ou altas são preferidos. Disponibilizada apenas para a raça Nelore.

 

Peso da Porção Comestível (PPC): característica relacionada ao peso dos cortes cárneos desossados e aparados do excesso de gordura. É expressa em kg, onde touros com DEPs médias ou altas são preferidos. Disponibilizada apenas para a raça Nelore.

 

–  Eficiência Alimentar

 

Consumo Alimentar Residual (CAR): expressa o quanto que se consome de alimento a menos que o esperado por dia. É calculada como a diferença entre o consumo observado e esperado, em função do peso vivo metabólico médio e do ganho médio diário, isto é, animais mais eficientes são aqueles que consomem menos alimento que o esperado. Esta DEP é expressa em quilos de matéria seca por dia (Kg de MS/dia), sendo que animais com DEPs menores são preferidos. Disponibilizada somente para as raças Nelore e Guzerá.

 

Ingestão de Matéria Seca (IMS): expressa o potencial em relação à quantidade de alimento ingerido por dia. Essa característica é mensurada por meio do monitoramento, em tempo real, dos momentos de ingestão de alimento ao longo do dia de cada animal. A DEP é expressa em quilos de matéria seca por dia (Kg de MS/dia) e DEPs negativas são desejadas. Disponibilizada somente para as raças Nelore e Guzerá.

 

– Morfológicas

 

As DEPs para características morfológicas orientam o criador quanto ao biotipo mais adequado para o seu sistema de produção. Por exemplo, um touro com valor da DEP de 70%, têm 30% de chances a mais que seus filhos atinjam o escore máximo para a característica avaliada, que um touro com DEP igual a 40%. Disponibilizada apenas para a raça Nelore.

 

Estrutura Corporal ao Desmame e ao Sobreano (ED e ES): é o tamanho do animal. Avalia-se a altura e o comprimento do animal (frame size). As progênies de touros com DEPs elevadas terão uma maior estrutura corporal.

 

Precocidade ao Desmame e ao Sobreano (PD e PS): indica a relação entre profundidade de costelas e altura dos membros. O animal com biotipo precoce exige menor tempo de engorda e consequentemente menor custo de produção. São indicados touros com DEPs mais elevadas.

 

Musculosidade ao Desmame e ao Sobreano (MD e MS): é a distribuição muscular do animal, volume e comprimento dos músculos. Touros com DEPs mais elevadas são indicados, visando à produção de progênies com maior rendimento de carcaça.

 

Voltar para a lista de Conceitos Básicos

Translate »