• Acessar
    ANCPNET

  • Telefone: 16 3877-3260
  • E-mail: administrativo@ancp.org.br
  • Telefone: 16 3877-3260
  • E-mail: administrativo@ancp.org.br


Avaliação genética

A Avaliação Genética é o ponto de partida para o processo de seleção e fornece ao criador a principal ferramenta para conhecer geneticamente o rebanho: as estimativas de DEPs (Diferenças Esperadas na Progênie), que auxiliam o criador na tomada de decisões visando o progresso genético contínuo e aumento da produtividade.

 

Para que haja progresso genético no rebanho avaliado, os resultados devem ser utilizados nas tomadas de decisões (descartes, acasalamentos e seleções).

 

Diferença Esperada da Progênie (DEP): prediz a habilidade de transmissão de um animal avaliado como progenitor, ou seja, a diferença de desempenho que é esperada para a futura progênie de um touro quando comparado com os filhos de outros touros inseridos na base de dados. É expressa na unidade da característica (exemplo: kg para peso e cm para perímetro escrotal), com sinal positivo ou negativo.

 

DEP para Efeito Direto: previsão do potencial de um animal em transmitir genes ligados a características de crescimento e fertilidade às suas progênies. Como por exemplo, peso aos 450 dias de idade, perímetro escrotal aos 365 dias de idade.

 

DEP para Efeito Materno: se refere às características influenciadas por fatores presentes na mãe do indivíduo e se expressam apenas nas fêmeas, como a produção de leite. É expressa pelos quilogramas (Kg) adicionais no peso das progênies devido ao leite produzido pelas mães em função dos genes transmitidos pelo avô materno para suas filhas.

 

DEP para Efeito Maternal Total: calculada como metade da DEP de crescimento direto somada ao valor da DEP maternal. É expressa pelos quilogramas (Kg) adicionais no peso das progênies das filhas do reprodutor devido à contribuição genética do mesmo para suas filhas em produção de leite e potencial de crescimento.

 

Voltar para a lista de Conceitos Básicos

Translate »